quarta-feira, 9 de julho de 2014

Like butterflies...

 
Like butterflies .... They remind me that everything in life always turns...

 
 
Sinto que preciso mudar.. parar de esperar que as coisas só aconteçam,  preciso fazer com que meus desejos (que são muitos) saiam de uma simples folha de papel e se tornem realidade. Sei que posso fazer isso e quero arriscar, me transformar e me sentir mais feliz, mais alegre, mais realizada!
Será que todos temos esta fase na vida, de se sentir "perdidos"...ou será que sou só eu que ando me sentindo desta forma!? É estranho.... Por isso acho que a hora de fazer isso chegou e não posso mais esperar.... disperdiçar meu tempo!
Gosto muito de borboletas e acho lindo a forma com que elas se transformam...após ler a frase acima, comecei a entender que eu posso ir longe, muito além do que eu quero ir e cumprir tudo o que eu tenho vontade de fazer!

Gosto de borboletas....Elas me fazem lembrar que na vida tudo se transforma sempre!

domingo, 8 de junho de 2014

Alguém te encontra, te reencontra, te reinventa, te encanta!

E de repente você apareceu..
"Um Encontro? O Destino? Coincidência?  Nunca vou saber...."
Ou talvez saiba...
Você apareceu e virou tudo do avesso....despertou o que eu não queria.... reascendeu o que estava apagado....escondido...quieto!
Seu olhar encontrou com o meu (E que olhar...."só isso!") me despertou a curiosidade, a ansiedade e a vontade... Não sei explicar esta sensação.... Não sei se será bom ou ruim... se é errado ou arriscado, se estou tomando a decisão certa....nem ao menos sei se tem certo ou errado!
Mas sei que suas palavras me confundem...... Teu jeito desperta em mim uma curiosidade nova, uma vontade misteriosa e um frio na barriga inexplicável... Tipo “Borboletas no Estômago”
Às vezes tenho receio,  medo de experimentar, arriscar algo novo, como isso que esta acontecendo...
 Penso muito a respeito,  e ao mesmo tempo em que sinto este  medo, vontade....PENSO.... Porque não arriscar.... Porque não curtir.... Porque não me permitir....

Apenas preciso saber a medida certa (e como sei esta medida?), até onde posso ir(tem algum limite?), pois não sei o que vai acontecer e onde isso irá me levar...mas se eu não tentar como vou saber....
Complicado ou simples....
As vezes me pego pensando e me pergunto: o que você quis dizer com a frase “Pensei que fosse embora e nunca mais fosse te ver”.... Queria saber de fato o que aconteceu naquele dia, o que você acha de tudo isso e o porquê de se arriscar, ou arriscar....
E é assim que alguém (no caso você)  te encontra, te reencontra, te reinventa, te reencanta, te recomeça!!

Só nos resta saber onde isso irá nos levar...e por quanto tempo irá  ficar! 

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Onde eu gostaria de estar nesse exato momento?



As vezes, me pego pensando nos diversos lugares onde já estive e que muitas vezes me faz querer voltar.... Viagens com amigos, na casa dos meus pais, no colo que sempre me acolhia ao voltar de uma viagem, ao voltar da faculdade,  ficar sentada horas na frente de casa comendo pipoca com as amigas, a casa dos meus avós, na minha  casa, no meu quarto e na minha cama,  onde nenhum lugar é tão mais aconhegante do que o nosso próprio "canto".

Assim como também posso citar os lugares onde eu não gostaria de estar....num hospital, numa fila de banco, em um transito congestionado e em tantos outros lugares que me fazem ou fizeram chorar e sofrer!

Mas afinal, depois de ter listado tudo isso, eu me pergunto: " Débora onde é que você gostaria de estar neste exato momento???

Pensei.... pensei e pensei....

E foi ai que me dei conta de que o lugar onde eu gostaria de estar era "DENTRO DE UM ABRAÇO"

Sim pois que lugar melhor para uma criança,  um idoso, uma mulher apaixonada, um adolescente com medo, um doente ou alguém solitário?

Dentro de um abraço é sempre quente, é sempre seguro. Dentro de um abraço não se ouve o tic-tac do relógio. Tudo o que você pensa e sofre, dentro de um abraço se dissolve.

Que lugar melhor que um recém paquera, uma recém amizade?  Dentro de um abraço nenhuma situação é incer-ta, o futuro não amedronta
.
O rosto contra o peito de quem te abraça, as batidas do coração dele e as suas, o silêncio que sempre se faz durante esse envolvimento físico: nada há para se reivindicar ou agradecer, dentro de um abraço voz nenhuma se faz necessária, está tudo dito.

Que lugar no mundo é melhor para se estar? Na frente de uma lareira com um livro interessante, em meio a um estádio lotado vendo seu time golear, num almoço em família onde todos estão se divertindo, num final de tarde à beiramar, deitado num parque olhando para o céu, na cama com a pessoa que você mais ama?

Difícil bater essa última alternativa, mas onde começa o amor, senão dentro do primeiro abraço? Alguns o consideram como algo sufocante, querem logo se desvencilhar dele. Até entendo que há momentos em que é preciso estar fora de alcance, livre de qualquer marcação.

Esse desejo de se manter solto é legítimo, mas hoje em dia não entendo porque as pessoas sentem tanto medo de se envolverem e quando percebem algum indício de que estão  se aproximando ou até mesmo de que a pessoa esteja se apaixonando, logo fogem, logo somem....Pra que dificultar as coisas
porque não aproveitar, curtir o momento, deixar ser abraçado e também abraçar já que o melhor lugar para se estar é dentro de um ABRAÇO, ainda mais vindo da pessoa que você está gostando, da pessoa com que você quer estar, que você quer curtir e compratilhar momentos.... Isso não é um pedido de casamento é apenas querer ganhar um abraço.....

Eu sei o que eu realmente quero e você sabe?

 
(Martha Medeiros)